Escola de Música é reinaugurada com homenagem a personalidades bacabalenses

Escola de Música é reinaugurada com homenagem a personalidades bacabalenses

59
0
COMPARTILHAR

Homenagens e apresentações de artistas locais marcam a reinauguração da Escola de Música Maestro Almir Garcez Assaí.

A reinauguração da Escola de Música Maestro Almir Garcez Assaí foi realizada na noite de terça-feira (13). O evento foi marcado por muita emoção, músicas e homenagens aos artistas que fizeram história em nossa cidade.

O prefeito Edvan Brandão, ladeado por toda sua comitiva formada por vereadores, secretários municipais, a primeira-dama Ivaneide Brandão e secretária municipal de Cultura, Marcela Ferreira, iniciaram a solenidade já oficializando a entrega da obra com o descerramento da flamula de inauguração.

A banda Santa Cecília, sob a regência do Maestro Victor Emanuel, abrilhantou a festa dividindo as apresentações com o cantor e compositor Zé Lopes, Marcus Maranhão, dentre outros nomes e as apresentações dos alunos da Escola de Música.

Para o maestro Victor, a reinauguração representa “não apenas uma reforma da escola de Música. Estamos presenciando um grande momento para a Cultura de Bacabal,” afirmou. Ele destacou também que as homenagens aos homens que se doaram pela música e a nossa cultura local, tem uma relevância histórica.

O vereador Melquiades Neto em sua fala também elogiou o prefeito Edvan Brandão pelo interesse em valorizar a nossa cultura. Para ele, as novas instalações irão favorecer a realização do “Pré-Festival Bacabalense de Música e o Circuito Cultural de Bacabal que irão fomentar a nossa música e nossa Cultura por toda a cidade,” disse Melquiades.

“O meu coração se enche de alegria e gratidão por estarmos reinaugurando um equipamento público de grande relevância para a Cultura de Bacabal,” disse Marcela Ferreira, secretária municipal de Cultura, ao iniciar o seu pronunciamento.

A secretária também lembrou que apesar das dificuldades que o prefeito Edvan Brandão herdou na gestão do município, a reforma da Escola de Música foi mais uma demonstração clara do empenho do prefeito e a valorização da Cultura de Bacabal. “A Banda Santa Cecília e a Escola de Música são patrimônios da nossa Cultura da qual nós devemos nos orgulhar muito,” finalizou Marcela.

O prefeito Edvan Brandão e a primeira-dama Ivaneide Brandão também receberam uma homenagem realizada pelos alunos da Escola de Música. Em seu discurso, Edvan falou que como prefeito tem se desdobrado para atender as demandas emergenciais da cidade, mas sem esquecer da nossa Cultura. Por isso, que determinou à secretária Marcela, e ao mastro Victor, que fossem realizadas as homenagens aos músicos que deixaram um grande legado em nossa cidade.

“Nós hoje vamos dar essa homenagem a essas pessoas que merecem. Quando visitei este recinto eu pedi que fosse feitas as placas para homenagear essas pessoas. Porque o mérito é deles. Foram eles que fundaram essa grande escola e nós vamos deixar esse registro em forma de homenagem a eles e ao seus familiares,” disse o prefeito Edvan Brandão.

Um dos grandes momentos da da festa, foi logo que o prefeito Edvan Brandão encerrou o seu discurso. O escritor Zé Lopes fez a entrega do seu novo livro “Confesso que vi, ouvi e até vivi”, onde o autor narra em crônicas, histórias do hilário local.

Homenagens

No total foram quinze (15) homenageados na noite. Entres eles, o Saxofonista Dionísio Cutrim, que fez parte da Primeira formação da Banda Santa Cecilia em meados dos anos 50 e é o único representante da primeira geração ainda em atividade na Banda Santa Cecilia.

Os demais Homenageados foram:

José Carlos Souza – (Zezico Miranda)

Jacinto Rodrigues

Francisco Ferreira da Silva (seu Mozinho)

Dionésio Miranda

Otomil Santos Carvalho

José Ferreira

Manoel Bezerra da Silva (Carlinhos do Sax)

Nildomar Miranda Barbosa (Massa Bruta)

Valdimiro Gomes Frauzino

Manoel Sebastião (Manoel do Baixo)

Leocádio Ribeiro

Durval Souza Silva (Mestre Durval)

Maestro Almir Garcez Assaí

José Antônio Brito (Zé de Brito)

Sobre a Escola de Música

A Escola de Música de Bacabal foi inaugurada no ano de 2006. Em 2013 passou a ser denominada de Almir Garcês Assaí em homenagem a um dos grandes incentivadores da música em nosso município.

Ao longo dos anos a Escola de Música Maestro Almir Garcês Assaí vem contribuindo significativamente com a cultura e a formação musical de Bacabal.

Grupos musicais da cidade como Banda Santa Cecília, Banda Los Magos, Banda do Projeto Madre Rosa, entre outros vem se beneficiando com a mão de obra formada na Escola. Além destes grupos é nas Igrejas onde também podemos perceber a influência e o legado da Escola de Música.

A Escola de Música Maestro Almir Garcêz Assaí oferece os cursos de Violão, Canto, Teclado, Bateria, Guitarra e Contrabaixo. Cada curso possui a duração de um ano e o acesso à Escola é feito através de um teste de seleção rítmica.

As aulas são gratuitas e atualmente cerca de 300 alunos com faixa etária entre 09 e 72 anos frequentam a Escola. As aulas são ofertadas nos turnos matutino, vespertino e noturno.

A equipe pedagógica é formada por: Marcus Maranhão e Bruno Windson (Professores de Violão); Manoel The Pops e Leomar Gomes (Professores de Teclado); Vanessa Cristina (Professora de Canto); Hortêncio Silva (Professor de Bateria); Fabricio Lemos (Professor de Contra Baixo); Clovis Oliveira (Professor de Guitarra).

A equipe técnica possui os colaboradores Odilon Sousa, Claudia Cristina, Maria Lucia, Maria Araújo, Welligton Marques, e Alberto Silva. Diretores Maestro Victor e Maria José Cruz.

Galeria de fotos. Crédito: Denise Marques

RESPONDER