Hospital Materno Infantil promove ação alusiva ao “Outubro Rosa”

Hospital Materno Infantil promove ação alusiva ao “Outubro Rosa”

29
0

Durante toda a quarta-feira, 23, quem visitou o Hospital Materno Infantil (HMI) percebeu de imediato que o ambiente foi todo preparada para fortalecer a campanha de combate e prevenção ao câncer de mama.

Sob a gestão de Dulce Fernandes, diretora do HMI -, foi preparado um evento na parte da tarde, com palestras, orientações e testemunhos de quem já venceu ou de quem ainda estar na luta contra a doença. É o caso da acadêmica de Nutrição, Sheila Raquel, de 44 anos. Ela revelou que quando recebeu o diagnóstico da doença, teve uma reação comum como a de todos os pacientes: “foi um baque! A gente não espera”, disse. Entretanto, Sheila se mantém otimista com o tratamento e justifica que sua força vem de Deus e da família que sempre tem lhe apoiado nessa batalha.

Durante a programação, acadêmicos do 9º período de Enfermagem da Faculdade Pitágoras e da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), dinamizaram e ministraram debates sobre o tema com métodos pedagógicos diferenciados. Tal esforço didático, tem o objetivo de quebrar barreiras de preconceitos para influenciar as mulheres a realizarem com mais frequência o autoexame das mamas por exemplo.

Mas, como o “Outubro Rosa” recentemente incluiu o câncer de colo do útero para ser prevenido e combatido, o auditório também recebeu informações sobre esse tipo de câncer.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para cada ano do biênio 2018/2019, sejam diagnosticados 16.370 novos casos de câncer de colo do útero no Brasil, com um risco estimado de 15,43 casos a cada 100 mil mulheres. Na região Nordeste é o segundo tipo de câncer que mais afeta o público feminino.

Segundo ainda dados do INCA, a maioria dos casos de câncer de colo do útero é diagnosticado em mulheres com idade entre 35 e 44 anos. Raramente se desenvolve em mulheres com menos de 20 anos. Muitas mulheres mais velhas não percebem que o risco de desenvolver câncer de colo do útero ainda está presente com a idade. Mais de 15% dos casos de câncer de colo do útero são diagnosticados em mulheres com mais de 65 anos.

 

RESPONDER

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.